14/10/2015

Resenha de Parágrafo #16: Coisinhas do Último FIQ

Curta nossa fan page!



O evento mais aguardado do ano para mim está chegando. O Festival Internacional de Quadrinhos bate a minha porta no mês de Novembro e pra dar uma esquentada nos que prometem ser os melhores dias do ano para o cara que vos fala, segue uma listinha de coisas que vieram da última festividade:

Valente para Sempre
Publicado por Panini Comics
Por: Vitor Cafaggi
Nota: O UNIVERSO INTEIRO
Ideal para: Todas as formas de vida!

Como foi bom reler isso para escrever aqui. Valente tem uma sensibilidade impar que faz sorrir e pensar em cima de toda uma atmosfera fofa que rodeia os personagens. Dá para rir e ficar sensibilizado na mesma tira. Para quem não saber até agora Valente conta a história de um cachorrinho com problemas amorosos o que não podia ser mais incrível. Tem drama na medida certa, bom humor, referências e mais referências, tudo bem colocado, para que você devore as páginas deste primeiro volume e ainda queira mais, muito mais. O trunfo para a Valente ser tão bom é como o leitor pode ser reconhecer nos personagens em histórias que necessariamente não são nossas, mas muito próximas da que vivemos, tocando nosso humilde coração no que mais pesa. Espero que neste FIQ posso ter mais Valente pra ler e que o Vitor continua acertando a mão, literalmente.


A Entediante Vida de Morte Crens
Publicação Independente
Por: Gustavo Borges
Nota: Um cemitério cheio de lapides.
Ideal para: Todas as formas de vida e vida já morta!

O Gustavo Borges me ganhou com Crens por um simples motivo: Tem Morte envolvido. Como Fã da Dona Morte do Mauricio e do Puro Osso de Billy & Mandy, ficou difícil achar ceifeiros engraçadinhos que não caiam na mesmice. A Entediante Vida de Morte Crens por Sinal está longe de ser entediante e de cair neste estereótipo, até porque o ritmo ágil e a sacada de transformar a única certeza quem temos em um trabalhador cansado do seu próprio serviço, eliminam isso de cara. Aqui temos um personagem sarcástico e sádico que tem um espiritinho de porco, que me agrada muito, mas que em nenhum momento beira o excessivo e o desrespeitoso. É um humor inteligente que ri de se mesmo não pensando o quão absurdo seja fazer isso da Morte. Contada da Maneira certa até o mais trágico pode ser cômico, algo que esse quadrinho faz muito bem.
P.S.: Este daí eu não comprei no FIQ, mas se não fosse pelo evento eu nem o conheceria!


5/5 Working Class Heroes
Publicação Independente por Bimbo Groovy
Por: Dalts, Go Carvalho, Magenta King
Nota: 5/5
Ideal para: Todas as formas de vida que querem morfar!

Desde que o mundo é mundo e que eu me reconheço como gente, monstros gigantes invadem a Terra para destruir tudo e quebrar prédios. É um problema sério, que afeta cada dia milhares de terráqueos, mas ainda bem que existe o 5/5 Working Class Heroes, HQ de Dalts, GoCarvalho e MagentaKing para continuar mostrando esta dura realidade ficcional com uma abordagem um pouco diferente da que estamos acostumados. Esta encadernação de lombada canoa é um deleite para aquele que foram educados assistindo TV Manchete nos anos 80/90. Cada uma das 3 histórias aborda aspectos do Corporação 5/5 que tem uma equipe para proteger destas criaturas colossais baseadas nos Super Sentais da vida. Indo dos trabalhadores do chão de Fábrica da 5/5 até um reality show, fica mais que claro que além de fazer de homenagens, vale-se ainda um pouquinho de crítica em cima disso. Espero que neste FIQ apareça mais coisas fantásticas deste jeito!




Ficamos assim então, e para quem vai está próximo de Belzonte no próximo mês, o FIQ vai rolar dos dias 11 à 15 do Novembro e vai rolar coisinhas de lá aqui. Semana que vem vamos ter o maior sidekick de todos aqui então façam suas apostas!


Wendrick Ribeiro é estudante de publicidade, roteirista amador, trouxa barra otário, nerd old school, adorador de Deadpool e respira quando tem tempo.
Veja as Resenhas de Parágrafo anteriores clicando aqui: #ResenhaDeParágrafo!