No Estúdio de Pedro Mauro


O 4º entrevistado da série No Estúdio tem nankin na veia. Com muito orgulho digo a vocês que entrevistei o mestre do preto e branco, Pedro Mauro!

Pedro Mauro


1 -  Em quais projetos está trabalhando atualmente?
Terminei agora uma estoria de 110 páginas para a Sergio Bonelli Editore, para a serie Le Storie, que é publicada mensalmente na Italia. O roteiro é de Gianfranco Manfredi. Também acabei de entregar, uma curta de 7 páginas para Chronicles of Few and Cursed, do Felipe Cagno, e  já começando estudos para uma serie de ficção, para o ano que vem, e um western para dezembro, em parceria com Carlos Stefan.


2 - Quais são seus instrumentos de trabalho e técnicas mais utilizadas?
Meu trabalho é totalmente orgânico. Nas minhas HQs eu uso papel, lápis e para acabamento, nankim, bico de pena, pincel e alguma caneta nankim. Minhas páginas eu trabalho só branco e preto, não faço cores. Eu ainda trabalho assim porque esta é minha zona de conforto, me sinto a vontade, apesar de brincar as vezes na minha Cintiq em alguns estudos. Meu entrosamento com os autores tem sido muito bom, então eu mando fotos dos layouts e depois envio em alta resolução, as artes via internet.


3 - Quem são seus autores de referência?
Meus autores de referência, os que me influenciaram, são artistas  da old scholl, como Sergio Topi, Pratt, Moebius, Milton Cannif, Kubert e outros. Mas acompanho, e sou o maior fã de caras como Gerardo Zaffino, Sienkiewicz, e muitos outros aqui do Brasil e de fora, uma longa lista pra dizer aqui.

4 - Tem algum “ritual” antes de começar a desenhar? Qual a sua rotina de trabalho?
Meu ritual é sempre começar trabalhar bem cedo onde, para mim a parte do dia que rende mais, cafe, e fazer um rabisco pra esquentar.Eu procuro manter umas rotina de trabalho de minimo 8 horas diárias, e claro que sempre passa disso, dependendo de prazos e do andamento das paginas.Meia hora, nas manhãs e no fim do dia, pra checar emails, mensagens e redes sociais, onde posto e divulgo meus trabalhos.


5 - Quais são os autores que devemos ficar de olho?
O autor que mais me chama atenção hoje, é Marcello Quintanilha. Na ilustração, fiquem de olho sempre no Greg Tochinni, Rafael Albuquerque, Sean Murphy, nos artistas do Chiaroscuro, como o jovem e bom Leonardo Romero, e nos italianos Mario Alberti e Gigi Cavenago.


6 - Tem algum objeto preferido no seu estúdio?
Meus objetos preferidos no meu estúdio são minha mapoteca que já foi móvel de convento e minha velha prancheta, companheira de meus 48 anos de profissão.

Confira todas as entrevistas da série "No Estúdio" clicando AQUI!


Entrevista conduzida por:
Luan Zuchi

Postagens mais visitadas