Resenha de Parágrafo #4 Por Wendrick Ribeiro

Curta nossa fan page!

 
Como prometido na semana passada amigo, teremos apenas resenhas da Casa das Ideias, então se você é DCnauta fanático que odeia Homem-Aranha & Cia depois tu volta e a gente toma um café. Vamos começar isso logo.


Original Sin #0
Publicado por Panini Comics/Marvel Comics em Pecado Original 0
Nota: 7 retcons numa escala de 10
História: Mark Waid

Arte: Jim Cheung e Paco Medina.
Devo ser um dos poucos caras do Universo 1218, que gostam do Vigia. Sempre achei a postura do personagem emblemática, precisa e até um pouco triste pela tarefa que ele desempenha de capturar tudo que acontece sem pode interferir. Para mim, Uatu é o leitor de quadrinhos maximalizado no universo Marvel, mas que ao mesmo tempo tem tudo que um editor sabe. No prelúdio para a saga que trará retcons por metro quadrado da Marvel, Pecado Original #0, temos uma chance, mesmo que pelos olhos do Nova, de compreender quem é ele e o porquê de cumprir rigorosamente esta tarefa antes dele [SPOILER] morrer. A revista cumpre bem seu papel com o único pesar de que dá dó no final já saber o que vai acontecer com ele pois a construção feita pelo Waid, vai por água, digo, olho a baixo simplesmente para fazer com que o personagem habite o limbo editorial da editora, mas vendendo muito antes. Fica a vontade de observar quem observa todo mundo. Um minuto de silêncio por favor!


Deadpool #21-22
Publicado por Panini Comics/Marvel Comics em Deadpool 1
Nota: 8 chimichangas numa escala de 10
História: Brian Posehn/Gerry Duggan
Arte: Mike Hawthorne
[FANBOY ALERT]. Está fase do Duggan não é nenhuma obra prima, mas como amo tudo que tem o Piscina da Morte incluso (já que ele é meu personagem favorito ever, me fazendo um cara bem trouxão), posso dizer que gostei muito do que li nesta edição, o que faz com que minha imparcialidade, que nunca tive aqui, vai pro saco de vez. Para quem não sabe o que está rolando como o Dead (para os íntimos apenas), ele está querendo dinheiro da S.H.I.E.L.D por ter matado antigos presidentes dos E.U.A zumbificado, depois de descobrir que partes do seu corpo estão sendo usadas para criar X-mens genéricos e que tem uma filha, algo bem estranho já que não dá pra imaginar um ser humano que transaria com ele. Como sempre tem Gags, sangue, blábláblá e aquele aprofundamento superficial que dão atualmente só pra deixar ele mais MARVEL e tal, então fiquem tranquilos. E por último, parabéns para ti, Panini, por ter escolhi um ótimo ponto de início para novos leitores do tagarela só para aproveitar o hype do personagem, mantendo bem o espirito dele: BEM MERCENÁRIO.


Ant-Man #1
Publicado por Marvel Comics
Ainda não publicado do Brasil
Nota: 8 assaltos ao banco numa escala de 10(que não deveria acontecer se tivéssemos mais segurança neste país)
História por: Nick Spencer
Arte por: Ramon Rosanas

“Astonishing” (Surpreendente), nunca fez tanto sentido em ser o adjetivo do Homem Formiga depois de ler este gibi que tem início, meio e fim que até parece uma one-shot. A história é divertida, com bons diálogos e situações, que faz leitores mais novos entender de forma pouco didática quem é este herói e os velhacos quererem acompanhar as aventuras de Scott Lang, que finalmente ganhou seu lugar ao sol. Lógico que tem que ter uns clichês tipo da filha que ressuscita do nada (ou de doom), ou do vou pedir ajuda pro Tony Stark e quem sabe eu ganho uma armadura, mas nada que deixa a leitura exaustiva nas quase 30 páginas. Aliás eu nem vi o tempo passar mesmo com o grande número de quadros e balões por página, já que o enredo te prende por ter pequena reviravoltas sutis que deixam o arzinho de querer algo a mais a cada passar de página. E antes que queira fazer qualquer trocadilho enfadonho sobre tamanho, tenho uma pequena sugestão para está belíssima hq: POR FAVOR NÃO MATEM NINGUÉM! Não aguento ver Cassie e Scott morrendo de novo. Obrigado!

E por esta semana é isso. Quer que eu continue resenhando uma destas series acima? Que eu faça mais postagens temáticas? Me dar dinheiro, por favor, que estou precisando? É só deixa nos comentários sua sugestão que eu vou ler com carinho e ignorar, e quem sabe rola. Até semana que vem!

Wendrick Ribeiro é estudante de publicidade, roteirista amador, trouxa barra otário, nerd old school, adorador de Deadpool e respira quando tem tempo.

Leia também:
Resenha de Paragrafo#1


Postagens mais visitadas