As Leituras do Pedro - Ouro da Casa MSP

Inauguramos, hoje, aqui na Quadrinhosfera, uma bela parceria com o crítico de HQs (BDs em Portugal) Pedro Cleto. O renomado crítico português concedeu a permissão para que alguns de seus artigos sejam publicados também aqui na Quadrinhosfera para além de sua publicação normal no blog As Leituras do Pedro. A Quadrinhosfera agradece a gentileza do amigo Pedro em conceder tal permissão em nome de seus leitores que agora podem conhecer (aqueles que ainda não conheciam) os belos artigos do Pedro Cleto.

Para começar nada melhor do que uma postagem sobre O Ouro da Casa MSP:



Ouro da Casa*

No princípio foi o sucesso – justificado pelo tema e pelo tratamento que lhe foi dado – da trilogia “MSP50” (Maurício de Sousa por 50 artistas), “MSP + 50 – Mauricio de Sousa por Mais 50 Artistas” e “MSP Novos 50 – Mauricio de Sousa por 50 Novos Artistas”, que na sua génese assinalou os 50 anos de carreira do criador da Turma da Mônica, na qual autores brasileiros – novos e consagrados – adaptaram ao seu estilo gráfico e temáticas habituais as personagens e o universo desenvolvido por Maurício de Sousa ao longo de décadas.




Agora, durante a 22ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que decorre entre 9 e 19 de Agosto de 2012, será lançado “Ouro da casa”, que segue a mesma ideia base, com uma variante: os autores publicados, quase oito dezenas, foram seleccionados no interior da própria Mauricio de Sousa Produções.





A todos, foi dada liberdade para – no espaço de uma ilustração ou uma BD curta – deixarem o traço tradicional de personagens como Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali, Astronauta, Piteco, Penadinho ou Horácio que utilizam diariamente, para as mostrarem na sua interpretação pessoal.



       E isso é o mínimo que se pode dizer das páginas que nas últimas semanas têm sido divulgadas, pois elas revelam talento, criatividade, estilo próprio e uma imensa capacidade  de reinventar de forma conseguida um universo único e (re)conhecido, que acompanha leitores de “quadrinhos” há muitas gerações.

     




Como cereja no topo do bolo, “Ouro da casa” – uma edição da Panini com 200 páginas, disponível em capa dura ou cartonada - inclui uma história original, escrita e desenhada pelo próprio Maurício de Soisa que, assim regressou – por momentos – à prática da arte que tão bem soube desenvolver e na qual se tornou um marco.




*Artigo da autoria de Pedro Cleto, renomado crítico de quadrinhos publicado em seu blog:http://asleiturasdopedro.blogspot.com.br

Postagens mais visitadas